quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Hoje o dia ficou ainda mais cinzento para mim. A avó do pãozinho com manteiga borrifado de açúcar, das torradinhas quando ela fosse velhinha, partiu em direcção ao céu. A noite mais uma estrela irá brilhar. É uma dor que nem se imagina quando vemos acontecer aos outros, sabemos que custa, mas não imaginamos o quanto e nunca nos lembramos que um dia também nos toca a porta. A mim tocou-me hoje ao telemóvel pela primeira vez.

6 comentários:

rm disse...

muita força *

Dina disse...

Um abraço muito grande para ti! Imagino o quanto dói, pelo que se precisares estou aqui. Muita força para ti

Joana disse...

Dói muito, eu sei. Mas a certo ponto essa dor atenua. Não se esquece, mas torna-se suportável. Força *

Marta disse...

Lamento :(
Um abraço forte.

Viagem Sem Retorno disse...

Força...

Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/

Marjane disse...

Oh querida, só agora vi...

Um abraço muito apertado.
Os dias podem náo voltar a brilhar da mesma maneira, mas hão-de voltar a brilhar, acredita.

beijinho grande