terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Os funcionarios publicos.

Eu sou daquelas pessoas cada vez mais descrente nas capacidades destes trabalhadores. Acho até que são escolhidos a dedo respondendo a uma serie de caracteristicas comuns em nada abonatorias para eles. Se não expliquem-me lá, como é que 99.9% destes são trombudos, mal educados, nunca sabem esclarecer nada e preferem mil vezes estar á conversa do que atender a quem recorre dos seus serviços??? É de uma pessoa entrar em estado de nervos profundo e ter vontade de abater todos a tiro de uma rajada só.

6 comentários:

Anónimo disse...

Eu trabalho na administração pública e o que tenho a dizer para a defesa da classe é ... NADA!
O problema é que não podem ser despedidos, por isso não interessa se trabalham ou não. há excesso de pessoas nuns lados e falta noutros, mas as qualificações dos que estão em excesso não colmatam as necessidades dos serviços onde há falta.
São os parasitas dos direitos adquiridos.

Joana disse...

Creio que se está a referia a fucionários de secretarias, tribunais, lojas do cidadão e afins nao ?

Dina disse...

É por isso que concordo em contratos na função pública! Muitos desses trombudos, se não tivessem o poleiro assegurado, prestariam um melhor serviço com certeza!

Senador disse...

Tanto a autora de "Os funconários Públicos" como o cobarde "Anónimo", falam por falar e sem terem a mínima ideia ou razão no que estão a dizer.
Se fossem funcionários públicos não diziam deitavam estas bacoradas pela sarjeta fora.
É a burocracia quem manda e quem dita as leis em todas as Repartições Públicas. Só quem é, ou foi, funcionário público sabe do que estou a falar.
Se lessem mais os jornais, evitavam
dizer estas asneiras, mas, enfim!...
O tão apregoado SIMPLEX para a função pública, não passou de uma "banha da cobra" de quem nos governa, porque nunca houve tanta burocracia como actualmente. Só os burros acreditam na competência de quem nos governa. Não admira, enquanto houver burros assim, eles hão-de continuar lá!

Valdemar

formiga disse...

Senador: De facto não sou funcionaria publica, mas acredito que se fosse seria bem mais simpatica. Se reler o texto verá que eu apenas me queixo da dua maneira de atendimento e não do trabaho que tem para fazer. SE é SIMPLEX ou não a mim não me interessa, o que me interessa é que são os meus descontos que lhes pagam o ordenado e por isso gostava de ser bem atendida quando a estes serviços me dirijo. Acredito que o sr quando vais a algum hipermercado, ou alguma loja goste de ser bem atendido sejam eles publicos ou privados.
Relativamente á burrice de votar em quam lá continua, não deveria estar a sequer a comentar, que eu saiba o sr não sabe a minha intenção de voto, mas posso dizer-lhe que por mim (eleitora activa que sou) não estava lá quem lá está. Até posso ser uma burra como referiu, mas nisso sou bastante inteligente. Acredito até que tão defensor que está desta causa, que tenha dado o seu contributo para este governo. E agora saber??? Saber se também o sr não é um burro igual a mim e ao anonimo??
E assim o deixo, que não estou com cabeça nem paciencia para estes mexericos.
São opiniões e esta é a minha por mais que se goste ou não. e não gosta temos pena... tem bom remédio.

formiga disse...

Ahhh...e que eu saiba não é o SIMPLEX que ordena a que se descure o trabalho, o atendimento ao publico e a simpatia.