quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O que eu aturo

Já toda a gente sabe que os meus "bosses" não regulam muito bem. Ultimamente, uma vez que o trabalho diminuiu drasticamente, é comum eu estar muitas vezes sozinha, e passam-se dias (Louvado seja o Senhor) em que não tenho qualquer contacto visual com eles. Ora o meu boss tem muito a mania de falar sozinho, ou de me chamar para ir a rua para me dizer alguma coisa, mas quando lá chego esquece-se... enfim. Hoje, foi:

Boss: Tens o numero??
Eu: Qual numero Sr. T?
Boss: O numero deles??
Eu: Eles quem?
Boss: Deles
Eu: Pois, mas o eles pode ser muita gente, e se não me disser quem são eu não sei!
Boss: Ah... já não me lembro!

Preciso urgentemente de arranjar um trabalho, para bem da minha sanidade mental

4 comentários:

L. disse...

não és a única. O meu chama-me, quando me levanto e estou quase a chegar à sala dele, diz:

"Já não é preciso!"

Evy Percebes disse...

O senhor está a ficar maluco:S

Ana Rita disse...

Ai o alzeihmer! :)

Ana Carneiro disse...

ah ah! Durante este ano também tive a infelicidade de trabalhar para uma certa pessoa que parecia o cúmulo daquela máxima que se diz mas que nunca antes eu tinha acreditado ser verdade: Se burrice desse dinheiro.... Juro, era o homem mais estúpido que alguma vez conheci! Sem a mais ínfima gota de cultura! E no entanto riquíssimo!!! Enfim... aqueles meses deram cabo de mim!

My Own Project

Pf votem por mim neste concurso, para mim é mesmo importante!
VOTE IN MY PHOTOS