segunda-feira, 11 de julho de 2011

A Formiga e os Dentistas*

Hoje é dia de ir ao dentista. Há duas noites que nem durmo bem, tenho medo... pronto!! Isto porque o meu primeiro dentista (o de criança), que apesar de ser marido de uma pediatra, não tinha sensibilidade nenhuma e mesmo que eu tivesse a gritar com dores ele nunca acreditava e achava sempre que ele é que sabia. O certo é que ainda hoje não consigo olhar a direito para o senhor.
Entretanto fui sendo acompanhada por uma dentista do mais doce que há, a serio, não havia dores nem sequer na pica da anestesia, só que para arranjar consulta com ela era preciso quase pedir um requerimento ao presidente da republica ou então acampar a porta da clínica. Ora isto, aliado ao facto das consultas serem caríssimas, foi meio caminho andado para desistir de lá ir e começar uma busca pelo dentista perfeito. Não sou capaz de ir as escuras, sem boas referencias, sob pena de apanhar um bruta montes que me faça pior do que já está.
Pois que agora encontrei. O meu mano, que padece do mesmo mal, foi aconselhado a ir a uma dentista que também dizem que é uma fofinha e não é que se deu bem??? Pois então, decidi experimentar lá ir e hoje é a primeira consulta. Espero que o facto de ir através de seguro dentário não seja um factor menos abonatório a gentileza da doutora. De modos que hoje de manhã já tomei um xanax para acalmar os nervos e ao almoço segue-se outro. Assim, como assim se for a dormir melhor para mim. E tudo isto para uma limpeza, imaginem quando for para fazer uma reconstrução ou até mesmo arrancar os sisos. Sim sou muito mariquinhas!!

* Titulo ao mais alto nível dos livros da Anita.

1 comentário:

Filipa Arez disse...

Filipa também é muito mariquinhas lol