terça-feira, 5 de junho de 2012

Há dias em que sinto que estou a chegar ao fim da paciência. Já não tenho vontade de vir para o trabalho, sempre mais do mesmo, quatro anos a ser maltratada verbalmente, muitas vezes por coisas que não tenho a culpa. De maneiras que ando farta, a precisar dar um salto e uma reviravolta na minha vida, porque estou estagnada e não há nada pior do que sentir-me presa a uma coisa que não quero, a uma coisa que não me faz evoluir. Se dias há em que vou simplesmente deixando as coisas acontecer, outros há em que me apetece mandar tudo ao ar e bater com a porta, voltar costas sem me sentir culpada e sem sentir o peso de não ter o que fazer, acho que por isso e só por isso ainda não larguei isto de vez.

1 comentário:

*C*inderela disse...

o meio laboral é um mundo de cão :( e tendo em conta a crise as condições e o ambiente ainda vão sendo piores.
é preciso muita paciência ...

força para esta fase*