terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Não ligo ao dia de S. Valentim. Acho, sinceramente, até um bocadinho aborrecido e piroso. E é sempre a mesma coisa, quem tem namorado não pensa em mais nada que não seja o que lhe vai oferecer, quem não tem não faz outra coisa que não seja lamentar-se por passar este dia sozinha e mimimimimi. Para todos os lados que  me vire só vejo corações e rosas vermelhas e ursinhos e canecas com versos e... e.... É um dia tão comercial que, se existia algum conceito romântico na coisa, todo esse conceito foi por agua abaixo.
Como tal, obviamente, não irá haver comemoração deste dia. O M. não está cá e mesmo que estivesse, tenho a certeza que não faríamos nada de diferente dos outros dias. A nossa relação é uma coisa que comemoramos todos os dias, em todos os bocadinhos que estamos juntos, quer estejamos a correr, a ver um filme ou simplesmente a olhar um para o outro sem falar. E é assim que fazemos questão de manter. Para comemorar a serio existem os aniversários e os natais. Tudo o resto é supérfluo.

3 comentários:

Marta disse...

Eu também não acho grande piada ao dia, mas enfim.
Uns gostam, outros detestam. Para mim é um dia como outro qualquer.

Mas tenho de me confessar uma pessoa terrivelmente romântica, só não preciso de um dia em particular para o ser mas sim de um namorado com quem o possa ser ;)
Se é que me entendes.

Beijinhos

Miss Cheque-Mate disse...

Percebo o teu ponto de vista, mas e se o M. te aparecesse com uma florzinha colhida do jardim, só para mostrar que se lhe lembrou? Era um gesto bonito e não supérfluo :)

Anjo De Cor disse...

Eu tb não dou grande importância, mas fiquei contente de receber um ramo de rosas ;) é um gesto bonito*
Beijinhos*