quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Das corridas

Bom, qual soldado que vai para guerra contrariado lá tenho ido correr todos os dias. Desde domingo que ando numa correria louca, só faltando ao treino na terça feira. Sinto-me mais ou menos entre o ter sido atropelada por um camião e o ter sido abalroada por uma manada de elefantes em fúria, mas nada que, segundo o M., não passe.
Ora no domingo corri cerca de três minutos, com o coração a querer escapar do sitio, tal era a fúria que batia, e não vale gozar está bem?? Correr nunca foi comigo e só o fazia quando era obrigada nas aulas de educação física, a muito custo e com muitas pragas aos professores à mistura. Mas, ao que parece, estou a tornar-me na Rosa Mota cá do sitio e hoje já consegui a proeza de correr onze minutos e quarenta e dois segundos seguidos (nem a chuva me parou). Conto para a semana já correr quinze minutos e no fim das férias do M. conseguir vinte minutos no mínimo, de modo a poder começar a participar em provas de orientação e não correr o risco de ficarmos em ultimo lugar, acho que ele nunca me perdoaria isso.
O objectivo das corridas, no entanto, não é fazer melhor tempo que o Rui Silva nem apurar-me para os jogos olímpicos, mas sim perder toda esta gordura acumulada na minha zona abdominal e para isso diz que é muito bom correr uma vez que se trata de treino de alto impacto. Daqui por quinze dias se notar melhorias venho cá dizer, até ver o coração já bate mais devagar e já recupera melhor do cansaço. Se não notar melhorias nenhuma, pois que abandono as corridas para todo o sempre.

2 comentários:

Susi disse...

Ahahahha :p eu também odeio correr! E agora ando a correr dia sim dia não 20 minutinhos, mas ao fim de 15 já ando a arrastar os pés e sem conseguir respirar ahah :p mas pronto! Com a continuação um dia destes vamos correr uma hora na boa :p

S.o.l. disse...

Gostava de ter essa força de vontade :)

Beijo