sábado, 14 de maio de 2011

Com a chegada do verão há que pensar na forma física e no bem que queremos estar para que, quando formos a praia, não fuja ninguém com medo de estar perto de uma pequena baleia. De modos que, e pressionada pelo M., hoje foi dia de corrida. Logo eu que não gosto de desporto, que tudo o que implique mais esforço que sentar e levantar do sofá já me cansa, logo eu que só de ver alguém mais acelerado já fico tão cansada como se eu própria estivesse num treino intensivo. Ainda estou a tentar perceber o que foi que me levou a desafia-lo para vir correr comigo, mas tenho para mim que o facto de ele fincar o pé e dizer que não casa enquanto houver tecido adiposo instalado na minha zona abdominal foi o grande motivador deste grande passo para mim, mas maior para a humanidade, isto e o facto de me ter comparado a rotunda do marquês.
Pois que, para primeira experiência, com uma velocidade superior a dois passos por segundo, a coisa não correu mal. Consegui dar cinco, sim.... cinco, voltas ao parque aqui em frente (e sim o parque é grande) sem parar num total de dez minutos de pura correria em que julguei que á primeira volta e meia já estivesse caída para o lado tal era a velocidade feroz com que o meu coração teimava em bater. E pronto amanhã lá irei eu novamente, testar a minha capacidade de resistência e sacrifico tentar dar mais umas voltinhas ao parque. Não tarda muito estou pronta para os jogos olímpicos na categoria maratona, isto se até amanhã não me passar a vontade toda e não me lembrar de quão bom é estar a espreguiçar no sofá sem grandes preocupações.

1 comentário:

Marta disse...

Boa! Pelo menos tiveste a iniciativa ;) Não tarda estás a correr nas Maratonas ;)