terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Nunca vi, nem li, o "Marley e eu". Segundo ouvi contar é uma historia para lá de emotiva capaz de levar as lágrimas o mais insensível dos mortais. Pois que no domingo ainda apanhei o fim do filme e realmente apercebi-me que deve tratar-se de uma historia a volta do cão que cresce com aquela família e que apesar das tropelias todas é merecedor de um amor incondicional.
Com o meu Simão é a mesma coisa. Ele corre pela casa toda (não acreditem nos veterinários quando eles lhes disserem que os gatos castrados são mais sossegados), ele torce os tapetes, ele tão depressa está na sala como já está no parapeito da janela, ele faz mil e uma coisas que me obrigam a ralhar com ele, mas que no fundo eu até acho graça e não consigo dar-lhe mais que três palmadas (ao de leve). Se tenho de me ausentar mais tempo do que o previsto em casa já o Simão não me sai do pensamento "o que será que ele está a fazer", ou "será que ele está a miar muito por estar sozinho" ou ainda "será que já não tem comida ou agua", enfim...uma serie de preocupações ao mais alto nível de mãe galinha.
Tudo isto leva a outro pensamento...e se o Simão um dia me falta?? E se um dia quando eu sair de casa não o puder levar comigo??? E se.... E se.....Eu sei que ele é novinho, ainda não tem um ano, mas são questões que me abalam constantemente.

5 comentários:

ROSINHA disse...

Eu li o livro e,confesso,não apreciei...

Marta disse...

Eu vi o filme e não me consegui conter...no final lá libertei uma lágrima...estes filmes com animais deixam-me assim.
Não tenho um cão mas tenho a mia que é a coisa mai linda do mundo ;)

teorianasnuvens disse...

Eu ainda não li o livro nem vi o filme, mas por vezes quando vejo a minha cadela, tão pequena penso exactamente o mesmo..

R. disse...

eu li o livro e gostei muito, pq na altura tambem tinha um labrador em minha casa :) quando vi o filme admito que chorei baba e ranho, mas pronto também sou muito sensivel nisto dos filmes xD

F.G disse...

Adoroo o filme. Os nossos animais são aquilo que mais termos de precioso...