segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Faz brevemente um ano que o M. decidiu dar um novo rumo a vida dele. Com a licenciatura acabada e sem perspectivas de trabalho na área dele, decidiu seguir um sonho antigo e concorrer a força aérea. Assim sendo, fez os testes e após vários meses de ansiedade lá chegou a noticia que uma das cinco vagas lhe estava destinada. Aqui a menina ficou muito contente, ver o babe feliz é coisa que a satisfaz, e deu-lhe o maior dos apoios para ele seguir em frente. Acontece que nem tudo é um mar de rosas e estar longe dele todas as semanas é coisa que me aperta o coração. E se ao inicio os domingos eram normais, apesar de custar, cada vez mais os domingos são dias de tristeza e melancolia perante a perspectiva de estar mais uma semana inteira sem o ver. E ontem dei por mim a chorar baba e ranho agarradinha a ele sem o querer largar para ele não ir embora. O M., forte que só ele, dizia "mas sexta feira chega num instante e alem disso não estou muito longe dou cá um pulinho a meio da semana" mas quem é que me convencia disso?? Quinze dias de ferias dele habituaram-me mal e agora vai ser outra vez um teste de forças para voltar a habituar-me, a isso e á ideia de que daqui por poucos meses poderá ser colocado nos Açores!

7 comentários:

Artemisa disse...

As desgraçadas das saudades só nos dão cabo da cabeça e do coração. Mas é muito bom que ele esteja a realizar um sonho... É que nos dias de hoje isso não é fácil... E olha, se ele for para os Açores que tal ires com ele? Ano Novo... Vida Nova em sitio novo. :)

Dina disse...

os namoros nem sempre são fáceis, tens que ter força e pensar que sexta chega mesmo num instante ;)

Helena disse...

Pensa assim, não é qualquer um que entra para a força aérea. Ah ganda homem!
So espero que ele tenha oportunidade de pilotar um avião.

Bloguótico disse...

Simples: ele não vai ter um avião?!! Chegará até aí num instante! :P

Marta disse...

Pois, não é fácil. Eu namorei com um tropa e sei que essa ausência semanal deixa-nos de coração apertado mas tens de aproveitar ao máximo o tempo em que estão juntos.
Eu em contra partida estou o dia inteiro com o meu ex e de nada adianta visto que a relação acabou. Preferia mil vezes continuar a ter o meu amor do meu lado, mesmo que fosse só ao fim-de-semana.
Bjs e força!

Percursos disse...

Olá :)
Bom ano :)
E que tal deixar o emprego com patrões de m**** e ir com o M. para os Açores? Começas agora a procurar emprego lá, já e pedes transferência na universidade para o mesmo curso (nos Açores) e avanças com a tua vida?
É só uma ideia.
Sê feliz

JS disse...

Eu sei o quanto custam as despedidas ao domingo e após as férias também...
Passei por isso, não em relação ao meu namorado mas em relação aos meus pais, quando com os meus 14 anos tive que sair de casa para poder continuar a estudar e só ia a casa aos fins de semana. Ao domingo já começava a chorar logo pela manhã...

Custa, eu sei. Mas vale a pena o sacrifio pela realização de um sonho.

beijinhos