sábado, 22 de agosto de 2009

Formiga a Pugilista!!!

Pois é...descobri cerca de uma hora que até tenho um certo jeito para o pugilismo. Força pelo menos não me falta!!! É pena é ser quando me enervo. Enfim...adiante. Portanto fui eu dar uma volta com o babe pelas ruas desta pequena cidade, quando encontramos o querido (ironia, muita ironia) vizinho (aquele que bateu no carro do babe de propósito, sim aquele que me deu com a porta em cima, e que tem o cabelo a Marco Paulo e que já se falou N vezes aqui) com a sua senhora ( ocorre-me mais um nome feio começado por V e acabado em aca que de certeza lhe acenta melhor, mas enfim, isto é um blog de bem!!). A primeira vez que passamos por eles eu não disse nada para que o M. não dissesse nada, quando íamos um bocadinho mais a frente é que disse, mas há segunda vez ele topou e foi ter com o casalinho. Perguntou amavelmente (sim que o meu namorado é peace and love) se ele não se lembrava da situação, ao que o senhor respondeu que não se lembrava, mas que se mostrou muito prestável para pagar as despesas ( o carro não tem nada, foi mesmo pela atitude). Não me meti na conversa porque já estava a topar tudo e a única coisa que disse foi "foste muito brando".
Ora passado isto tudo estavamos nos no carro a conversar vem o senhor, bate no vidro e diz " olhe desculpe lá, mas eu nunca bati neste carro" e eis que nasce uma fúria em mim... Então não bateu no carro, não se lembra mas soube logo distingui-lo ??? Saí porta fora (é que eu sou mais para o impulsiva) e perguntei-lhe se ele queria que lhe fizesse um desenho ele vira-me as costas e remorde qualquer coisa, e eu detesto gente sem palavra, desonesta, que não assume os seus erros, corroí-me por dentro. Fui-me a ele com tal gana que acho que ainda lhe arranquei dois botões da camisa. O M. ralou-se para me conseguir agarrar. Vem o meu pai em auxilio... ia sendo, mas não foi...mas não se livra, um dia ainda faço o gosto ao dedo... Ainda lhe perguntei se não viu o carro porque é preto e se ele conseguia distinguir as coisas de cor vermelha (entenda-se estava a chamar-lhe boi, mas como ele é limitado não deve ter percebido).
Conclusão da historia, como não me podia vingar no dono, tanto o carro da madama como o carro do dito senhor levaram um pontapé ( o meu também, primeiro dei no meu, mas depois pensei que ele não tinha culpa e fui vingar-me nos merecidos), eu a chorar e tremer como varas verdes de nervos que tinha dentro de mim, eles na varanda a gozarem com a situação ( é mais uma para me lembrar quando decidir atira-los escadas a baixo), o pai e o babe a tentarem acalmar-me. E ainda bem que a mãe não estava em casa, se não...
Depois disto já trocamos uns galhardetes a varanda, ele ameaçou o babe (se ele tem o azar de lhe tocar..ai..ai, não respondo por mim), eu disse-lhe a ela que eles viviam bem era na lezíria, pelo menos assim tinham por onde expandir sem incomodar e assim já não tínhamos de ver roupas a voar e carteiras e computadores pela escada a baixo cada vez que ela se zanga com ele!!!

E pronto era isto!!! De parte até parecia um filme de acção com um misto de comédia, na altura chorei, ainda estou um bocadinho tocada, mas quem ri por ultimo ri melhor.

Estou tentada a ir fazer queixa a GNR (uma vez que a PSP não da seguimento a nada) que o filho da madama anda a conduzir sem carta, mas como eles (guardas) também andam desconfiados de coisas mais graves é deixar as coisas correr!!!

5 comentários:

Aninhas disse...

Que filme rapariga!!! Tens mesmo uns vizinhos do piorio...
Mas tem calma, que nós não queremos que vás ver o sol a nascer aos quadradinhos por cometeres homicido....

Bjx

Bernardo disse...

Ainda bem :D

Pochinha disse...

=S Mas que raio de vizinhos... Já não os fazem como antigamente!... xD

Tenho um selo para ti no meu blog, se o quiseres passa por lá =)

sakura disse...

Xi! Que cena digna de filme!

Badochas.... disse...

De facto isto dava um filme!!!!
Deve ser do pior ter vizinhos assim... se bem que tambem aqui tenho uns cromos em tanto!!!!