terça-feira, 28 de abril de 2009

Então foi assim..

...como era meu pressentimento, voltei mais triste do que fui!!!

Foi bom ir a faculdade e sentir-me bem, ver que há coisas que nunca mudam, como as senhoras da secretaria e a sua antipatia, a senhora do departamento e o seu "não sei", as senhoras das fotocopias que trocam sempre as paginas e tiram tudo ao contrario, os professores que faltam e não avisam...enfim...poderia estar aqui o resto da tarde a dizer coisas tão habituais e que fizeram parte da minha rotina e que aos poucos parecem cada vez mais longe, coisas que apesar do tempo nunca mudam e que no fundo me faziam sentir em casa.

Se por um lado coisas que nunca mudam, por outro coisas que mudam bruscamente. Ora nós antes (e falo da minha turma que apesar de não sermos os mais unidos e de nos dividirmos em pequenos grupos onde ai sim éramos unidos, amigos, confidentes...) estávamos sempre dispostos a ajudar, a contribuir com uns apontamentos quando alguém faltava, a integrar os trabalhadores estudantes...pois que agora tudo mudou e senti na pele o que nunca fiz ninguém sentir.

Hoje cheguei a porta da sala onde ia ter aula e fui logo olhada de lado, como se não pertencesse a este mundo. Quando tentei uma abordagem pacifica a fim de tentar saber se era mesmo aquela a sala, fui observada de alto a baixo. Baixinho ainda perguntei se havia frequências marcadas para essa cadeira e responderam-me friamente que não, que quem marca é o departamento (isso sei eu), aproveitei e a medo perguntei pela frequência da outra cadeira e obtive uma resposta quase arrancada a ferros que é dia 20 de maio. Agradeci e virei costas.

Fiquei a pensar no quanto nós na minha altura gostávamos e estávamos dispostos a ajudar e agora tudo é diferente. Parece que "mudam-se os tempos, mudam-se as vontades"!!! Fiquei a pensar que caso eu tivesse arriscado pedir mais alguma coisa que teriam sido ainda mais antipáticos. Fiquei a pensar que ainda tive tempo para por dentro me rir de satisfação (vou ser castigada fortemente) porque ainda os ouvi dizer que para se orientarem precisavam pedir a alguém os testes do ano anterior, que por acaso eu tenho, que tenho as correcções, e que só por causa da antipatia com que me brindaram nem lhes disse nada.

E eu que ia a pensar que pedido com jeitinho alguém me arranjava apontamentos de Introdução a Arqueologia e afinal não... Parva!!!!

5 comentários:

Storyteller disse...

Vá, não fiques completamente triste. Nós estamos aqui a dar-te miminhos!

LostSoul disse...

Oh miga linda...No nosso tempo é k era....Sempre prontas a ajudar e faziamos com um sorriso nos labios...Nao era?? Que saudades desses tempos...

tudo.a.que.tenho.direito disse...

eu entendo-te perfeitamente! da próxima vez vais lá chamar-me á fac da frente que eu vou la dizer-lhes das boas! ainda vivemos numa socieade democrática e, por muito que não seja um direito,a boa educação e os bons modos deviam-no ser! era so o que faltava...

Mimo Azul disse...

é verdade... cada vez menos as pessoas se ajudam... pena, perde-se muito boas coisas de faculdade!!!

bjcaaaaaaaaaaaa

Ana Baião disse...

Menina, nada de desanimar!

Eu agarrei na lista de contactos electrónicos do Martinez e mandei um mail a todos os alunos do 3º ano, por causa de História da Arqueologia em Portugal, que é a que me falta.

Só me responderam 5 pessoas, numa lista de 30...

Mas no problem! As que me responderam têm-me estado a ajudar muito.

Se quiseres, peço-lhes para me informarem da data das outras frequências.

Quanto ao sentimento de deslocação...

Sinto o mesmo, mas há pessoas que estão dispostas a ajudar. :)

Beijoca